Surge este post para partilhar convosco o meu segundo passo nesse verdadeiro processo de evangelização na “experiência Apple”, por muitos conhecida como “Appleverse“.

O primeiro passo, como vos tinha contado, tinha sido a aquisição (prudente e conservadora) de um iPod Shuffle, baratinho, mas em que a percepção de relação preço/qualidade foi tão imensamente potente que não resisti ao apelo de dar o passo seguinte, uns meros 15 dias depois.

E foi assim que avancei para a aquisição do meu iPad2!

Atenção aos antecedentes deste consumidor: eu já era o feliz detentor daquele que era o melhor tablet Android do mercado até então – o fantástico Asus EeePad Transformer, munido de um potente processador, um écran fantástico, um teclado acoplável que o transformava quase num netbook e ligações de todo o género e feitio!

E ainda assim, fui comprar o iPad? Porquê??!!! Passo a explicar…

A experiência prévia com o Asus ensinou-me algumas lições básicas sobre os tablets:

  1. Quem quer um tablet para substituir o computador, privilegiando a portabilidade mas dando ao mesmo um uso totalmente versátil, é melhor tirar o cavalinho da chuva: os tablets são consumidores de conteúdos por excelência, mas mesmo com um teclado wireless não asseguram a edição profissional de conteúdos como faz um computador. E se isso for indispensável na vossa actividade, vão acabar por usar os dois na mochila ou na pasta!
  2. Um teclado acoplável é um conceito muito interessante, mas apenas se não se verificar a primeira premissa: o que acabei por fazer foi trazer o Asus sem teclado na mochila (bem mais leve, por sinal),e não dispensar o portátil;
  3. Esqueçam a conectividade 3g: não faz sentido pagar uma segunda tarifa de dados se já tivermos um smartphone. Em 90% do tempo estamos em local com acesso a wi-fi, e no resto do tempo é mais prático usar o smartphone como router wi-fi.

Assumidas estas 3 lições básicas, tratei de transaccionar o Asus para alguém que lhe podia dar melhor uso do que eu, e tratei de apontar para a alternativa que melhor me servia: um iPad 2 Wi-fi com 32 Gb de capacidade. A relação qualidade/preço é bem interessante, é mais leve e a experiência de utilização é francamente superior!

A experiência UAU confirmou-se desde a primeira vez que o liguei: com 3 ou 4 perguntinhas apenas, o iPad tinha-se automaticamente configurado e estava pronto a funcionar! A fluidez do seu funcionamento, a rapidez e fiabilidade das aplicações, a qualidade do écran e dos conteúdos da App Store são argumento verdadeiramente imbatíveis, que fazem deste aparelho um companheiro indispensável do meu dia-a-dia.

Mais uma vez se confirma a visão certeira de Steve Jobs, ao insistir num ecossistema fechado, em que tudo, mas mesmo tudo, é testado exaustivamente face a uma única plataforma de hardware: em quase cinco meses de uso intensivo, nem uma única vez o iPad 2 crashou ou ficou lento. O seu funcionamento é simplesmente perfeito, e a duração da sua bateria é verdadeiramente imbatível.

É mais caro que os outros tablets? Não, especialmente se tivermos em conta o que conseguimos fazer com ele: a nossa produtividade sobre de tal forma que ele se torna impressionantemente barato!

Depois de o comprar, aprendi uma nova lição: ele só é meu enquanto não chego a casa! 🙂

A partir daí passa a ser propriedade exclusiva dos meus filhotes e da minha mulher! Até irmos para a cama, “nem o cheiro”!

… por isso mesmo, estou a pensar seriamente comprar outro 😉 e voltará a ser o 2, que o 3 não compensa o diferencial de preço!

Deixo-vos com o keynote de Steve Jobs sobre o iPad2. Enjoy it! 😉

3 thoughts on “A minha segunda incursão pelo “Appleverse”

  1. Os produtos da apple sao na sua maioria mt bons. Concordo com esta review do ipad. Recentemente estive nos EUA e comprei o iPhone. Para quem já tinha o ipad…parece o ipad em ponto pequeno. É caro para o que é apesar de ser um bom produto. Comparativamente o iPad trás mais “valor”

    1. Obrigado pelo comentário Luís. Não poderia estar mais de acordo. O iPhone ainda não faz parte do meu portfólio de gadgets, precisamente porque não me traz um diferencial de valor percebido assim tão grande, especialmente tendo em conta que tenho um Galaxy S II para combater as tentações 😉 abraços, Ricardo

  2. Mas…estive a semana passada nos EUA e aproveitei para comprar o iPhone. 🙂

    Enfim.. é um bom produto,. mas mantenho a opinião anterior.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s