Nestes tempos conturbados, em que o FMI nos bate à porta, não quis deixar de dar nota de 3 exemplos de que nos devemos orgulhar:

  1. António Horta Osório, o primeiro português a liderar um dos mais importantes bancos britânicos – o Lloyds (depois não digam que os povos do sul não sabem lidar bem com números 😉 !);
  2. António Barreto, o pai da Pordata, que estreou a sua primeira exposição de fotografia, provando que nunca é tarde para revelar os nossos talentos ocultos!
  3. Vítor Frutuoso, Manuel Alves de Oliveira, Nelson de Carvalho e Fernando Andrade, autarcas que, à frente das Câmaras de (respectivamente) Marvão, Ovar, Abrantes eAguiar da Beira, conseguiram provar que, com engenho, arte e determinação, se pode reduzir o endividamento das autarquias entre 48% e 82%!

A todos eles os nossos parabéns!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s