rob_garethLi um pequeno apontamento da London Business School, da autoria dos Professores Rob Goffee e Gareth Jones, intitulado “Leading Clever People“.

Da sinopse tirei duas reacções antagónicas:

  • Por um lado fiquei entusiasmado, pois o seu estudo confirmava que os talentos (…these “clever people” generate disproportionate amounts of value whether they are software developers, experts in obscure financial instruments, or scientists working in pharmaceutical companies…) requerem um estilo de liderança diferente – em que se recompensa o mérito, mas em que também se respeita as pessoas, por exemplo, sendo que o talento se encontra não só em líderes mas também em meros executantes e em qualquer organização e sector de actividade;
  • Por outro lado fiquei apreensivo, pois este estudo parece confirmar que os líderes das organizações tendem a considerar que os talentos são um recurso escasso – em contradição com o que tenho vindo a defender – cf. posts Talentologia – parte II ou Make friends, not war;

Voltei posteriormente a entusiasmar-me, ao perceber que, independentemente da percepção dos CEO’s deste mundo (ainda maioritariamente aderentes ao paradigma do talento como recurso escasso), Rob Goffee e Gareth Jones prenunciam que é possível estender essa capacidade de criar valor a toda uma organização! Mal posso esperar pelo seu próximo livro 🙂 !!!

Votos de boa leitura e reflexão! 🙂

Advertisements

One thought on “Clever People… ou talento na prática

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s