3221358-my_evening_view-luandaEstive a semana passada em Luanda, para ministrar um curso de executivos a quadros de algumas das melhores empresas angolanas.

Agora que já recuperei do jet lag, não resisti a fazer um post sobre o tema, pois foi uma experiência inesquecível.

Não foi a primeira vez que estive em Angola. Há quatro anos atrás já tivera essa oportunidade. Se já na altura fora uma experiência bastante interessante, desta feita o impacto foi muito maior, pois o nível de desenvolvimento alcançado pela nação angolana nestes anos é verdadeiramente surpreendente…

… nota-se um imenso desenvolvimento económico (o crescimento a dois dígitos “respira-se” em Luanda!!!).

A cidade está a ser toda reconstruída. As infraestruturas estão muito melhores e a serem reformadas em franca velocidade. Há infraestruturas de saúde privadas de elevadíssimo nível (ao nível do que melhor se faz na Europa ou EUA). As estradas estão a ser (re)feitas e as acessibilidades ao interior já são uma realidade. Os arranha-céus nascem e crescem visivelmente dia após dia. 

Já não há só angolanos e portugueses em Luanda: só no meu avião viajavam pessoas de mais de 10 nacionalidades diferentes, falando várias línguas e de todo o tipo de etnias…

… como dizia o meu companheiro de viagem no avião, Angola abriu as portas para o mundo!

Uma nova geração de angolanos, formada nas melhores escolas do mundo está a emergir em posições-chave nas empresas. São informados e exigentes. E querem o melhor do mundo, venha da Europa, dos EUA ou da Ásia.

E tudo isto em quatro anos…

… estou verdadeiramente espantado (e encantado).

Estou convicto que o potencial de desenvolvimento do país vai permitir anos de prosperidade e crescimento, assim a boa condução dos destinos do país o permita.

E este é um excelente destino para os talentos que estejam dispostos a arriscar e a contribuir para a construção deste país de oportunidades.

Já me cruzei com muitos talentos em Luanda: vêm de todo o mundo!

Assim que possam visitem Luanda: vale a pena 🙂

19 thoughts on “Luanda: um desafio aos talentos

  1. Boa noite

    Gostei de ler o seu artigo. Tenho muita vontade de conhecer Luanda.
    Gostaria de saber mais informações ao nível da construção de prédios. É muito elevada?

    Cpts

    Nuno Faria
    Funchal

  2. Boas tardes Nuno! Recomendo vivamente que visite Luanda e, quem sabe, talvez abrace por lá algum desafio profissional ou empresarial 🙂

    O ritmo de construção em Luanda é quase “alucinante”! Luanda está a crescer a um ritmo elevadíssimo, seja na reabilitação de infraestruturas, seja na construção de prédios, seja na implementação de novas vias de comunicação. Nesta última vertente, o fenómeno estende-se a todo o território angolano!

    Basta estar um mês sem ir a Luanda para notarmos evoluções significativas na malha urbana, por isso já vê o grau de velocidade do crescimento e da mudança 🙂

    Aproveite e vá conhecer! Vai ver que não se arrepende 😉

    Abraços,

    Ricardo

  3. Gostaria que me dessem informações sobre Viana de Luanda.
    Meu filho foi convidado para ir trabalhar para viana de luanda. Estou um bocado receosa, ele tem 28 anos e nunca esteve no estreigeiro sosinho.
    Gostava que me dessem uma dicas, e se ele deve asseitar.
    De-me a sua opiniao.

    1. Luisa,

      Uma oportunidade de trabalhar em Angola pode ser excelente, mas deve sempre acautelar os aspectos fundamentais: qual o trabalho que ele vai fazer? Quem é a entidade empregadora? Que condições de trabalho lhe garantem? E que salário? Só com estas questões essenciais respondidas é que poderá avaliar da oportunidade que lhe estão a oferecer. Quanto a Viana de Luanda, não conheço em concreto, mas pode ser que algum leitor do blog conheça.

      Abraços e boa sorte!

      Ricardo

  4. Cara Luisa;
    Tentando esclarecer a sua dúvida sobre Viana. É um municipio pertencente à região metropolitana de Luanda (são 9 ao todo) e fica como se fosse um único município saindo do centro de Luanda (não dá para notar a divisa, devido a conurbação comum em qualquer área metropolitana)
    Em 2007 estive por 4 vezes na capital para ministrar alguns módulos de um curso sobre limpeza urbana, tendo a oportunidade de rodar pela RM Luanda (inclusive Viana).
    O que o seu filho deve avaliar muito bem, reforçando o que o leitor (rjfcosta) já alertou, são as condições e garantias oferecidas e principalmente quem é o empregador (aconselha-se que seja empresa brasileira). Uma questão, independentemente do salário a ser ofertado são as despesas (moradia, alimentação, passagens etc.) que devem ser custeadas pelo empregador. Aluguel, comida, taxi por lá é um absurdo de caro. Outro detalhe importante é a cobertura de assistência à saúde que é um preço alto demais (atendimento nada confiável). Atualmente já tem vôo da TAAG (empresa aérea angolana) saindo de Guarulhos, mas em 2007 tive que ir até o Rio de Janeiro. O risco que vejo como grande para se viver lá são as doenças (cólera, malária, e outras por via hídrica e alimentos) que não existem vacina/prevenção. Qualquer tratamento de doença lá tem que ser pago (não existe quase nenhuma assistência gratuita da rede pública). Por outro lado, o risco da gente ser morto é muito menor do que qualquer grande cidade brasileira, embora existam roubos, assaltos. A bandidagem por lá morre de medo da polícia angolana que se pegar/flagrar vai atrás até pegar e normalmente MATA. O trânsito embora seja quase parado, respeita muito o pedestre, devido também o receio de serem linchados se atropelarem alguém.
    Agora o que mais a gente se depara é com brasileiros indo e voltando para lá, sendo profissionais das mais variadas especialidades (ao meu lado cansei de viajar com pedreiros, eletricistas, mecânicos, etc.) Lá há carência de qualquer tipo de mão de obra, inclusive as especialidades.
    Uma coisa dificílima por lá é o trânsito totalmente engarrafado e poucas ruas asfaltadas/iluminadas, fazendo com que a gente perca horas e às vezes não se consegue chegar onde queria.
    Eu estive lá em 2007 por indicação de vários brasileiros de Curitiba que estão fazendo a gestão do sistema de limpeza urbana da RM de Luanda e operando o aterro sanitário também. Um dos integrantes da equipe foi meu estagiário em Curitiba.
    Não sei se esclareci alguma coisa a respeito, mas coloco-me à disposição para contato futuro.

    Atenciosamente;

    Francisco

  5. OLA muito boa noite eu gostaria de conhecer angola é muito linda sou brasileiro e moro na europa e gostaria de saber se ai é bom de traballo de construçao civil….

  6. Li o seu artigo e concordo com tudo o que disse…Estou em Luanda há 8 meses, decidi agarrar este desafio profissional e posso afirmar com toda a convicção que de facto é um grande desafio..a todos os niveis! Angola tem tudo para se tornar um grande país…Basta querer e ultrapassando muitas barreiras…
    Patrícia Alves

  7. Recebi uma proposta de trabalho em Luanda, sou cirurgião-dentista, já q vc tem uma boa informação sobre a cidade, peço sua opinião sobre a área de saúde, e muito obrigado!!!

    1. Caro Ricardo,

      A área da saúde é uma área em franco crescimento em Angola, com imenso potencial. Entrar neste mercado, seja por um grupo privado ligado ao sector da saúde, seja por via de actividade independente, parece-me a mim sempre uma excelente opção!

      Abraços,

      Ricardo

  8. Olá…estou indo a luanda este semana dia 27 a convite de um amigo angolano que conheci aqui no Brasil…alguém poderia me indicar o que fazer por lá como turista?

  9. Boas, boas
    Chamo-me Ricardo Augusto nasci em Angola e vivo cá a 41 anos e de facto estou muito orgulhoso em poder participar nas duas fases mais importantes julgo eu deste belo e promissor país.
    A primeira que foi a conclusão do conflito armado, sem falar da guerra de libertação, e a segunda participar do e no desenvolvimento desta futura potência africana. Como dizia um amigo meu, quem demorar vir a Angola arrisca-se a perder uma grande oportunidade de testemunhar o que alguns já viram e muitos já vivem.

    Obrigado
    bem haja meu ventre ANGOLA
    Minha pátria meu amor.

    1. Amigo Ricardo: obrigado pelo sentido testemunho!

      É sempre bom ir sabendo que a minha prosa também é lida aí por Angola, esse belo país que tão bem me tem acolhido!

      Espero voltar aí em breve 🙂

      Abraço amigo do

      Ricardo

    1. Minha querida amiga,

      O seu estímulo e encorajamento são o melhor estimulante para continuar a escrever.

      Obrigado pela simpatia e generosidade das suas palavras!

      Um beijinho cheio de saudades do Ricardo

  10. Caros,

    Estou a trabalhar em Angola á 17 anos, sou formador em Máquinas e equipamentos, na Chevron fui duas vezes ao Lobito, Benguela só vos digo terra de sonho um antentico paraiso, segundo tenho ouvido que o Lobito era a sala de vizitas de Angola, pena tenho de nãi =o ir lá mais vezes mas o meu trabalho não me permite, mas aqui deixo o meu concelho venham visitar Angola ou trabalhar não se vão arrepender.

    um abraço a todos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s