Segundo um estudo recente da McKinsey, a banca europeia vai sofrer uma forte crise de talento na próxima década.

A falta de atenção dada ao desenvolvimento interno de talento, ou a falta de capacidade de implementar práticas efectivas de gestão de talento, levam a que, nos próximos 3 anos, os maiores bancos europeus não consigam alimentar com talento 25% a 40% das suas posições executivas mais importantes.

Este estudo reforça não só a necessidade de adoptar práticas de desenvolvimento interno de talento (ir exclusivamente “comprar fora” é muito caro e gera retorno tardio, pois implica uma período de integração), como também de maior rigor na sua implementação, exigindo do top-management um verdadeiro commitment com esta prática, incorporada no seu quotidiano, e levada a cabo com entusiasmo, e não meramente com preocupações de compliance.

Assim estejam os nossos gestores preparados para tal…

One thought on “Crise de talento na banca europeia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s